03 abril 2016

Resenha do livro Forever Black de Sindi Lynn

Flor da Pele

Forever Black da autora Sindi Lynn, contém 279 páginas, sendo uma publicação independente em 2012.
Essa história se passa em Nova Iorque, onde Connor Black e Ellery Lace

residem atualmente. Elle, como gosta de ser chamada, mora em um apartamento, apelidada carinhosamente de caixinha de fósforo por certas pessoas, namora Kyle até que o mesmo a deixa, pois diz estar se sentindo sufocado e quer viver mais a vida.
Elle é uma pintora magnífica, trabalha meio período em uma gravadora e o resto do tempo se dedica a pintar. Uma pequena galeria expõem seus quadros, é uma guerreira, sua mãe morreu quando tinha apenas 6 anos, desde então o pai virou um alcoólatra e morreu pouco antes de Elle completar 18 anos.
Connor é um CEO de 30 anos, mulherengo, safado e odeia relacionamentos. Um homem com uma história de vida marcada por uma tragédia horrível que envolve uma ex-namorada obsessiva e louca e prefere ir a clubes onde consegue sexo fácil.
Quando eles se encontram, em uma noite, ela só queria sair da fossa, ele com outra mulher louca discutindo no bar, ela observa.
Ella com o bom coração que tem ajuda Connor a voltar para casa, ele a confundi com uma prostituta.
Uma casal com seus próprios demônios para exorcizar e, ainda assim, decidem ficar juntos. Ele com um futuro solitário e ela sem futuro.
Uma história que os sentimentos ficam a flor da pele, a vontade de rir, chorar, ficar perplexo vêm como uma avalanche, uma história que vale realmente ler.



Fonte da imagem: http://www.leitorasempre.com/

Escrita por Luana Vitória

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Então deixe seu comentário!

© RM Desing - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Renata Massa | Tema Base: Butlariz.
imagem-logo