05 setembro 2016

Resenha: Labirinto de Espelhos - Bárbara Negrão

“O que significa ser rainha? Para mim, em meu mundo, rainhas são senhoras de meia idade que existem na Inglaterra e em outros países. Que aparecem em eventos beneficentes e dão condecorações, prêmios e títulos. São pessoas importantes sim, mas o papel delas é esse. Não precisam alimentar ninguém. ” – Labirinto de espelho, pág. 420




Inimaginável 

Labirinto de espelho da Trilogia Labirinto, da autora Bárbara Negrão, em sua 2° edição, da editora Novo Século, que contém 470 páginas.

O fazer quando se sonha com uma pessoa por vários anos, mesmo sem a conhecer ou fazer a mínima ideia de quem seja? 


Isso é o que William sente a anos, sonha com uma garota e, nesse sonho, ele não participa, é um mero espectador, não pode tocar ou falar com ela e, ainda assim, não adiantaria. Ela nunca o escutou, mas a parte mais incrível é que ele pode sentir os sentimentos que vem dessa garota. Para uma pessoa como ele é praticamente impossível.

Eva mora em uma pequena cidade, tem apenas dezesseis anos e ainda falta dois anos para acabar os estudos. Ela está muito magoada, pois Noah, seu melhor amigo, se foi. Não que ele tenha morrido, ele só se mudou de cidade, e isso está acabando com a pobre Eva. Ele era seu melhor amigo desde sempre e simplesmente foi embora e a única coisa que lhe deixou foi um e-mail de três miseras linhas, a única lembrança que tinha dessa amizade estava soterrada na velha mina, mas quem liga para isso quando o que importa é o valor sentimental?

Depois de anos achando que sonhava com uma pessoa que não existia, simplesmente a encontrar é uma completa loucura, ainda mais se essa pessoa está em perigo, morrendo soterrada em um poço, não é do feitio salvar adolescentes em noites chuvosas em minas velhas quase morrendo soterradas, mas algo no cheiro daquela pessoa o chamava a atenção, então ele resolveu a ajudar. Foi quando descobriu que não era completamente louco, até porque toda a loucura que poderia existir se tornava nula quando conhecesse o Labirinto de Espelhos.

Uma história completamente inusitada e que prende a leitura de modo singular. Mistério e romance num mesmo lugar, sem aqueles velhos clichês de traição e coma, de uma forma surpreendente e cativante até o ultimo segundo de leitura.

Escrito por Luana Vitória
Revisado por Danilo Neri 

2 comentários:

  1. Aprendi a amar livros com minha mãe e hj confesso que não tenho mais aquele tempo de antes mais ja quero ler esse livro...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A leitura é um hábito que todos deveriam aderir, nem que seja um livro por mês.
      Esse livro é muito bom e garanto que irá gostar ^^

      Excluir

Gostou? Então deixe seu comentário!

© RM Desing - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Renata Massa | Tema Base: Butlariz.
imagem-logo