22 janeiro 2017

Entrevista com Danilo Barbosa

Oiii pessoal!!!

Nós ficamos tão animadas em relação ao livro "Arma de Vingança" do autor Danilo Barbosa, que com a ajuda da colaboradora Gisele Honorato conseguimos conversar com ele e fazer uma super entrevista especialmente para vocês! 

Vocês nem imaginam o quanto ele foi super gentil com a gente e entre uma pergunta e outra sempre rolava alguns comentários, como quando falamos da Kiera Cass e seu primeiro final (o qual é totalmente diferente do que lemos e amamos).

Mas vamos ao que interessa! Venha conhecer um pouquinho mais sobre o autor Danilo Barbosa e o universo que ele criou em "Arma de Vingança". 

Fonte da imagem: Ingrid Santana/ Canva

Antes de tudo, vamos fazer um pequeno resumo sobre quem ele é:

Danilo Barbosa tem 37 anos e mora no interior de São Paulo, mas precisamente em Ribeirão Preto. É autor dos livros "Arma de Vingança" e "Princesa da Lapa", também publicou os contos "No Coração da Noite", "Contos de Carnaval" e "Contos Secretos". 

Agora vamos às perguntas e respostas!

1- Quando você começou a escrever?

Danilo: Desde criança, eu sempre li muito. Falo brincando, hoje, que o bullying me salvou, me transformando em leitor. Sempre fui uma criança tímida, gordinha e gago. Alvo perfeito para o bullying. O que eu fiz, corri para a biblioteca e a tia da escola me acolheu. Comecei a ler tudo que me davam. Tanto que com 12 anos já lia livros do Sidney Sheldon, considerados para adultos. A escrita veio junto, tranquilamente. Digo que as ideias dos livros que invadiram a minha cabeça precisavam transbordar de alguma forma. Foi primeiro texto, crônicas, poesias. "Arma de Vingança" foi o primeiro livro, minha primeira ideia Só que escrevi o conceito original tinha 17 anos 

Entendi, é triste que o bullying ainda esteja presente, firme e forte na vida de muitas crianças e adolescentes. O bom é que você soube tirar algo bom isso e nós leitores agradecemos (risos)

2- Quando percebeu que poderia viver de literatura? que essa seria sua profissão ?

Danilo: Primeiro, ainda não vivo da minha literatura. É aquilo que faço por amor, a minha paixão, mas tenho de dar os meus pulos se desejo pagar as minhas contas. Infelizmente, ser escritor nesse país e viver apenas disso são raros os casos ainda. Mas espero viver da minha escrita em breve.

3- Quando resolveu publicar "Arma de Vingança"?

Danilo: Então, o Arma foi uma longa trajetória longa. Escrevi o livro e o deixei na gaveta durante muito tempo. Alguns amigos leram e me incentivaram a publicar, mas só o fiz depois que me tornei blogueiro, pois já sabia mais do caminho a se percorrer. Fiz duas edições independentes e coloquei-o na Amazon em 2014. Nesse ano ele foi o suspense mais vendido 3 vezes, superando autores como Harlan Coben, foi aí que a Universo dos Livros me convidou e lançamos o livro em dezembro de 2015. 

4- E como é trabalhar com essa editora?

Danilo: Bem tranquilo. O pessoal possibilita uma interação legal entre os leitores e a gente e tem uma distribuição excelente. O que o autor não pode se esquecer é que, sair por uma editora grande não é o fim da jornada, é apenas o começo. Se não ralar ainda mais, não renderá frutos.

5- O que serviu de inspiração para escrever esse livro?

Danilo: Um fato que ouvi falar na escola e me peguei pensando o que faria se me colocasse no lugar da menina. A Ana surgiu na mesma noite querendo me contar a sua história.

6- Qual foi a sensação quando o livro estava finalizando e pronto para publicar?

Danilo: Emoção, muita emoção... É a hora que se expõe para o mundo né? Que vê diante de si que as pessoas vão avaliar o seu texto.

7-  E quando recebeu o primeiro elogio de um leitor?

Danilo: Me senti nas nuvens. Saber que você trouxe emoção, tocou de alguma forma na vida de alguém, é incrível.

8-  Enquanto escrevia, teve algum capítulo que reescreveu ou mudou de ideia?
Danilo:  Não. Acho que na hora de elaborar as ideias sim, mas quando eu começo a escrita, não mudo drasticamente

9- Em algum momento você pensou em desistir?

Danilo: Várias vezes (risos). Mas parece que chega a palavras e o carinho de um leitor que te incita a continuar.

10- Com qual personagem do livro você mais se identifica? Por quê?

Danilo: Do Arma, acho que nenhum e todos... Todos eles tem um pouco de mim

11- E qual foi o personagem mais dificil de criar? Por quê?

Danilo: O Ricardo, com certeza. Todo vilão é quem movimenta a história e criar um sociopata com motivo era algo tenso.

12- Sofreu com bloqueios criativos?
Danilo: No Arma não, na princesa da lapa sim.
13- E como superou? O que te inspirou?
Danilo: Lendo. Meus bloqueios são supridos com leituras, acredita? Sempre de gêneros diferentes, é claro, para não misturar.
Sério? Que legal, já vi alguns autores acabarem com esse mal fazendo coisas bem estranhas (risos)
Danilo: Jura? Ah, lavar louça me ajuda também.

14- Qual foi o maior desafio que enfrentou para concluir seus livros?

Danilo: Conclui-los, a reta final é péssima, você se apega e não quer terminar.

me sinto assim também durante minhas leituras, no começo quero devorar o livro para saber o final e quando chega o final choro porque quero mais (risos)

15- Tem algum momento do dia, ou noite, em que é mais propício para escrever, que você se sente mais inspirado?
Danilo: Depende o dia e tempo. Acho melhor quando acordo a cabeça está mais fresca, se pego copidesques para fazer antes, me influencio pela história dos outros.

16- Qual seu gênero favorito?

Danilo: Tenho dois, terror e romance, mas romanção mesmo, de rasgar o coração... Preferência pelos de época.

17- De todos os gêneros literários, qual você acha que não conseguiria escrever?

Danilo: Fantasia, aquelas épicas como Game of Thrones. Amo ler, mas criar mundos assim não é comigo.

18- E quais seus autores favoritos?

Danilo: Nacionais: Heloisa Seixas, Carina Rissi, Décio Gomes, Rahael Montes, Lucio Cardoso, Leticia Wierchoski, Mauricio Gomide

De fora: Stephen King, Judith McNaught, Sidney Sheldon, Ken Follet, Jeffrey Archer, Jojo Moyes, Jodi Picault Stieg Larsson


19- E pra finalizar com chave de ouro, qual conselho você da para os que estão começando agora na carreira de escritor?

Danilo: Sejam humildes, escrevam com o coração e não pensem em riqueza e sucesso... Faça com o que tiver de melhor e ame os seus leitores. Trate-os com respeito. O resto vem...

Bom, espero que tenham gostado tanto quanto eu. Danilo foi um amor tanto antes quanto durante a entrevista e tratou a gente super bem, só temos a agradecer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Então deixe seu comentário!

© RM Desing - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Renata Massa | Tema Base: Butlariz.
imagem-logo